Eu bi um xapo

Friday, February 18, 2005

Xapos há muitos, seu palerma!!!!

Bom noite caros leitores assíduos deste espaço cultural! Esta noite surjo com um novo propósito: alertar os vossos corações para a diversidade e não para a exclusividade. No fundo, o que quero dizer, é que, mesmo que sintam que estão ao lado da pessoa certa, não devem, de forma alguma, abdicar de lançar o belo do olhar de garanhão àquela mocinha catita que se sentou na mesa do lado, nem devem deixar de apalpar um belo dum rabo no meio da discoteca. Sim, e vocês, meninas, não deixem de ficar excitadíssimas quando ouvem um piropo na rua pois é isso que nos mantém vivas e cheias de auto-estima. O piropo é como um adubozinho que alimenta o nosso ego, mesmo que venha de um trolha. Sabe sempre bem, sentimo-nos úteis para os olhitos de alguém, nem que esse alguém seja estrábico ou esteja bêbedo. Não interessa! São os flirts que dão cor à vida! Estou a ser contra producente, vou-me calar porque isto é só teoria e amamos a fidelidade e dedicação eternas dos nossos principes e princesas...certo? Xau. LOL.

Descobri que há um novo termo para designar aqueles encontros de vai não vai, já foi. "KIT". Não sei quem lançou a coisa, mas soa bem dizer que o Aristides teve um kit com a Alcina. Gosto!
Enfim, não sei qual é o interesse desta conversa, mas não me apetece ir para a cama... Partilhem comigo os vossos kits, tristezas e fetiches(dentro do que é aceite pla comunidade católica).
Beijufitas da TeTe

1 Comments:

Post a Comment

<< Home